Dia a dia Noiva Preparativos

Noiva ansiosa: Você desconta sua ansiedade na comida?

Você é uma noiva ansiosa?

Quando eu estava noiva, ALINE era meu nome e ANSIEDADE, meu sobrenome.

Organizar um casamento causa muita ansiedade, não é? São muito itens para se preocupar. Será que os convites vão ficar prontos a tempo? E a decoração, será que vai ficar do jeito que eu imaginei? E a roupa das madrinhas, das daminhas, a comida, a bebida, os doces…

Enfim, são tantas coisas para gerenciar, que é quase impossível se ver livre dessa sensação de ansiedade! Para mim, o que mais me causou ansiedade foi o seguinte: Será que o vestido estará servindo na última prova? Rsrs!!

Então, como eu sei que esse sentimento é quase que permanente durante os preparativos do casamento, e que muitas noivas oscilam muito o peso nesse período, achei legal falar sobre isso! Assim, posso ajudar você a gerenciar melhor suas emoções, para que não só na prova final do vestido de noiva esteja tudo certo, mas para que você leve esses conhecimentos para depois do grande dia também!

Você desconta sua ansiedade na comida?

Cada pessoa reage de um jeito quando está ansiosa, mas, o que tenho percebido é que a grande maioria, costuma descontar essa ansiedade na comida! E esse ato de comer por ansiedade ou emoção, a gente chama de Fome Emocional.

A maioria das pessoas come por fome emocional. Muitas vezes a gente come sem estar com fome realmente, e sem perceber que o que estamos querendo matar não é a fome, mas algum tipo de emoção ou sentimento ruim.

noiva ansiosa

Existem dois tipos de fome:

A fome emocional e a fome real. E eu gostaria de falar um pouquinho sobre as principais características de cada uma delas:

1 – Fome real:

A fome real é a fome física, aquela que faz doer nosso estômago e que vai crescendo a medida que o tempo passa!

Para matar esse tipo de fome, não tem outra saída. Temos que comer.  E, nesse caso, qualquer tipo de comida serve. Boa ou ruim, o que você precisa é se alimentar. Então você não escolhe, você não diz assim: “Nossa estou com fome de brigadeiro!”

Se você sentir esse tipo de fome, ou seja, fome por algum alimento específico, como um brigadeiro, por exemplo, saiba que a sua fome já não é mais fome real e sim, a famosa fome emocional.

2 – Fome Emocional

Essa fome é aquela que alimento nenhum mata! Você pode comer uma panela cheinha de brigadeiro, que não vai se sentir melhor por causa disso!

O ciclo é o seguinte:

  1. Você vai sentir um prazer de 2 a 3 minutos (porque o açúcar libera substâncias no seu corpo que te fazem sentir prazer);
  2. Depois você vai sentir culpa e tristeza por ter feito isso, porque afinal de contas, você sabe que comer uma panela de brigadeiro não é saudável;
  3. E depois você vai se sentir mais triste ainda ao perceber que engordou!
  4. Aí, como você estará se sentindo triste porque engordou, ou triste porque brigou com noivo, com o chefe, com a mãe, ou seja lá quem for, você vai querer se sentir melhor novamente. E aí, o que você faz? Tchan rannnn!!! Você vai lá e….? Come!

Não é assim? Esse é o ciclo da fome emocional! Então é muito importante ficar atenta aos seus sentimentos e emoções para identificar se o que você está sentindo é fome de verdade ou apenas fome emocional!

Lembre-se: ninguém consegue matar suas emoções com comida! Elas morrem por alguns minutinhos e depois voltam ainda maiores!

Então, para que você consiga identificar a sua fome e pare de descontar sua ansiedade na comida, eu escrevi um e-book gratuito, com 6 passos bem simples, que podem te ajudar. Nele você vai aprender exatamente o que fazer, quando perceber que está querendo alimentar suas emoções. Vai aprender também a identificar o seu grau de fome, através da “Escala da Fome”, uma ferramenta exclusiva de coaching, que vai te mostrar o momento certo em que você deve se alimentar. Com isso, você poderá fazer melhores escolhas alimentares e adotar comportamentos mais saudáveis.

Para baixar o livro é só clicar aqui!

Aline Tatagiba

Instagram: @casarnaoengorda
Facebook: @casarnaoengorda 
Blog: www.casarnaoengorda.com.br
Mais dicas: http://alinetatagibacoach.com.br/6passossimples/

logo Aline

Posts relacionados